Voltar

AS FERROVIAS DO BRASIL:
Nos cartões-postais e Álbuns de Lembranças
João Emilio Gerodetti e Carlos Cornejo


Carro-restaurante de  bitola  larga construído nas oficinas da Companhia Paulista de Estradas de Ferro. Decorado com  requinte,  tinha  capacidade para acomodar até 36 passageiros,  desde   que   estivessem  trajando  terno  e  gravata.  Ralph  Mennucci Giesbrecht, no seu site  Estações Ferroviárias, registrou o relato da família Belodi, em 1906, no trecho entre Rincão e Bebedouro: Foi só uma vez que deu certo de chegarmos lá na hora que o  trem vinha vindo, batendo o  sino e parando bem na nossa frente. Se eu pudesse,  queria perguntar  àquele  menino do meu tamanho,  com um homem  que devia ser seu pai,  e que comiam com tanto gosto não sei o quê: como é que o vasinho de vidro,  com margaridas dentro,  sobre  a  mesa,  não  caía  com  o  balanço do trem.