VOLTAR

MINERAIS E PEDRAS PRECIOSAS DO BRASIL
CARLOS CORNEJO

ESTOJO PARA TESTES MINERALÓGICOS

Estojo com minilaboratório químico de campo pertencente a Claude-Henri Gorceix, diretor da Escola de Minas de Ouro Preto entre 1876 e 1891, contendo frascos de reagentes ácidos, redutores e outras substâncias utilizadas na identificação de amostras minerais. Na época, a docimasia, parte da química que procura determinar a proporção em que os metais entram nos minérios, era uma das matérias mais importantes do curso de mineralogia. Acervo do Museu de Ciência e Técnica da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto. Fotografia de Marcelo Lerner.