Voltar

NAVIOS E PORTOS DO BRASIL
Nos cartões-postais e Álbuns de Lembranças
João Emilio Gerodetti e Carlos Cornejo


RAUL SOARES
O vapor Raul Soares, do Lloyd Brasileiro, atracado no Porto de Angra dos Reis, na década de 1930. Antigo Cap Verde e depois Madeira, da Hamburg-Süd, construído em 1900, era destinado ao transporte de emigrantes para o Brasil, Uruguai e Argentina. Tinha capacidade para oitenta passageiros em primeira classe e quinhentos imigrantes, acomodados em beliches, além de 180 tripulantes. Foi adquirido pelo Lloyd Brasileiro em 1925, para sua linha do Brasil a Hamburgo, na qual serviu durante quarenta anos. Era dotado de uma imensa chaminé, a maior dos navios brasileiros, que o tornava facilmente identificável. Na sua longa vida útil sobreviveu a duas guerras mundiais e teve um fim ignóbil: durante a ditadura militar, em 1964, foi utilizado como navio-prisão para dissidentes, ancorado no Porto de Santos. Um ano depois foi demolido.